Fatal

David Kepesh (Ben Kingsley), renomado professor universitário e crítico literário com 62 anos, é um homem seguro, dono de sua vida e extremamente sedutor. Sem grandes perspectivas de vida, ele mantém há quase vinte anos um caso puramente sexual com a amiga Carolyn (Patricia Clarkson) e tem casos eventuais com suas alunas mais bonitas. Ele conta com o apoio quase terapêutico do amigo e poeta George O’Hearn (Dennis Hopper) e tem uma relação conflituosa com o filho Kenneth (Peter Sarsgaard).
David tem sua vida virada pelo avesso quando conhece a jovem cubana Consuela Castillo (Penélope Cruz), mais uma de suas alunas. Linda e esbanjando sensualidade, não demora muito para os dois se envolverem. Como também não demora para o romance virar um escândalo, algo que o experiente professor sempre soube habilmente evitar. Quase no final da vida, David vê Consuela como um sopro de vida, se apaixona e se percebe imaturo diante desse sentimento desconhecido.
O filme é baseado no livro O Animal Agonizante do escritor americano Philip Roth e é mais uma excelente realização da cineasta espanhola Isabel Coixet (A Vida Secreta das Palavras). O roteirista Nicholas Meyer (Revelações, filme também baseado em obra de Roth) optou por uma abordagem mais psicológica e não segue literalmente a narrativa original.
A fotografia de Jean-Claude Larrieu faz uma espécie de espelho entre o homem e o animal que existe dentro do protagonista. Os destaques ficam por conta da edição de Amy Duddlestone, que entrelaça muito bem esses momentos racionais e irracionais, e para as atuações espetaculares de Cruz, Kingsley e Hopper. Com apenas a indicação ao Urso de Ouro de Melhor Direção no Festival de Berlim de 2008, passou despercebido pelas salas de cinema nacionais.
Sensível e verdadeiro, o filme conta com personagens densos, muito diálogo e um tema complexo. Elegy (título original – ou elegia na tradução direta, gênero da poesia consagrada ao luto e à tristeza) é um triste poema que aborda com cuidado a finitude humana, a paixão obsessiva e a dor da perda. Drama, 108 min. Baixe esse filme.
.
* O título no Brasil (Fatal) em nada tem a ver com a história do filme.
.
.

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: