Sunshine, o despertar de um século

No final do século XVIII, um casal judeu deixa como herança para seu filho Emmanuel Sonnenschein uma receita do tônico de ervas da família. Com a receita costurada no forro do casaco, ele vai para Budapeste, casa-se com Rose e transforma o tônico num negócio bem sucedido. Emmanuel e Rose tem dois filhos, Ignatz (Ralph Fiennes) e Gustave (James Frain) e adotam uma sobrinha, Valerie (Jennifer Ehle).
Primeira fase
Ignatz é um esforçado advogado que, ao ser convidado para ser juiz, é aconselhado a trocar seu sobrenome judeu por outro mais húngaro. Ignatz (agora) Sors se casa com Valerie, e para não abrir mão da proximidade com o imperador da Áustria-Hungria, a quem serve com louvor, vai se afastando cada vez mais da família.
Segunda fase
O filho mais velho de Ignatz e Valerie, Adam Sors (Ralph Fiennes) é um talentoso esgrimista, que se converte ao catolicismo para evitar perseguições anti-semitistas. Ele se casa com Hannah (Molly Parker), ganha a medalha de ouro nas Olimpíadas de Berlim, em 1936, e se torna um herói nacional. Adam é assassinado pelos nazistas diante de seu filho adolescente Ivan.
Terceira fase
Ivan (Ralph Fiennes, novamente), retorna do campo de concentração e, para vingar a morte do pai, une-se aos comunistas soviéticos que libertaram/ocuparam a Hungria no final da Segunda Guerra. Ele é obrigado a acusar injustamente um colega de sionismo e traição. Seu amigo morre na tortura e, movido pela culpa, Ivan acaba se tornando protagonista da Revolução Húngara de 1956.
Esse é um épico de três horas de duração que conta um século e meio da história de uma família, mas que também é a história de muitas famílias judias nesse período. O cineasta húngaro István Szabó (vencedor de quatro prêmios em Cannes, dois em Berlim e um Oscar de filme estrangeiro por Mephisto), soube conduzir a trama muito bem. Apesar de longo e de ter três fases distintas, é muito bem narrado e contém críticas afiadas. Ralph Fiennes dá conta das transformações de seus protagonistas nas três fases da história. E o filme, que tem uma fotografia belíssima, conta ainda com o reforço de Rachel Weisz e William Hurt no elenco.
Sonnenschein significa “luz do sol”, e por isso “sunshine” em inglês, além da semelhança fonética das palavras.
O personagem Adam Sors foi baseado na vida e morte de dois judeus importantes no esporte húngaro, Attila Petschauer e Endre Kabos (medalha de ouro em Sabre nas Olimpíadas de 1936, em Berlim), que não sobreviveram ao holocausto.
Uma verdadeira aula de história contada com delicadeza, através das sutis relações familiares e suas “heranças”. Espetacular. Drama, 182 min. Baixe esse filme.
.

.

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: