Lemon Tree

.
Salma Zidane (Hiam Abbass) é uma viúva palestina, que sobrevive das compotas que faz com os limões do seu quintal, uma plantação com mais de cinquenta anos herdada de seu pai. Essa mulher solitária vê sua plantação e sustento ameaçados quando seu novo vizinho, Israel Navon, ministro de Defesa de Israel (Doron Tavory), se muda para a casa ao lado e a Força de Segurança Israelense declara que os limoeiros colocam em risco a segurança do ministro e precisam ser derrubados. Salma leva o caso à Suprema Corte de Israel para tentar salvar sua plantação. Nos tribunais, ela conta com a ajuda do jovem advogado Ziad Daud (Ali Suliman), recém-chegado da Rússia, com quem acaba se envolvendo. Esse romance é mal visto na comunidade palestina, onde a tradição dita que viúvas devem prestigiar o marido morto permanecendo sozinhas. A determinação e coragem de Salma despertam a admiração e solidariedade da esposa do Ministro, Mira Navon (Rona Lipaz-Michael) que é mantida isolada em sua nova casa e numa vida infeliz. Apesar das diferenças evidentes, as duas desenvolvem um laço forte e silencioso.
Lemon Tree é o título internacional da música que conhecemos como “Meu Limão, Meu Limoeiro”, que abre o filme homônimo e que a distribuidora optou por deixar, aqui no Brasil, com seu título internacional, sem tradução.
O filme baseia-se em fatos reais, dramatizados e ampliados pelo roteiro da jornalista Smadar Yaaron e do diretor israelense Eran Riklis, que assina também a produção. A música original é de Habib Shadah e a fotografia de Rainer Klausmann.
Etz Limon (título original) foi premiado como Melhor Filme pelo júri popular do Panorama no Festival de Berlin 2008, o mesmo onde o brasileiro Tropa de Elite ganhou o Urso de Ouro.
Um filme sensível, recheado de sutilezas – como a dificuldade de comunicação dos personagens do conflito que falam línguas diferentes – e injustiças explícitas, trás uma metáfora muito clara sobre a amargura dos limões que pode ser considerada mel diante da amargura vivida pelos protagonistas reais no conflito entre judeus e palestinos. Interessante, difícil e belo. Drama, 106 min. Baixe esse filme.
.
.

Tags:, , , ,

One response to “Lemon Tree”

  1. Lúcia Orpham says :

    Gostei muito do filme, principalmente pelo olhar diferente do que estamos acostumados a ver sobre Israel e Palestina. Sempre me vem a cabeça um território destruido e bombardeado, guerras, destruição, enfim, o que vemos na midia sobre o oriente médio. O Filme mostra pessoas vivendo seu dia-a-dia, sentimentos, emoções de forma bem delicada e sútil. Há disputas injustas, muita intolerância, tensão e todo o desânimo que isso acarreta. No entanto, mostra personagens que são, antes de tudo, profundamente humanos e portanto, muito parecidos, percebemos que aqueles que ali estão são seres humanos, basicamente iguais, não importa onde estejam, ou quem sejam.
    O que chama a atenção são as mulheres, Salma e Mira, de mundos tão diferentes e com entendimentos tão semelhantes da realidade. O sofrimento que uma carrega, a coragem com que enfrenta as situações servem de exemplo para a outra que através desse olhar consegue sair para refazer sua vida. Enfim, nesses tempos de eleições, e eu não poderia deixar de dizer isso, mostra toda coragem, firmeza e determinação das mulheres. Recomendo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: