Betty Blue

.
Zorg (Jean-Hughes Anglade), 35 anos, trabalha como zelador num conjunto de 500 bangalôs numa praia no sul da França. Ele leva uma vida calma, escrevendo no tempo de folga até aparecer Betty (Béatrice Dalle), 18 anos, bela, sensual e liberada com um temperamento imprevisível e instável. Após uma briga com o chefe de Zorg, ela põe fogo no bangalô onde moram e eles vão para Paris trabalhar num restaurante. Betty, que viu um manuscrito de Zorg, acredita que ele seja um grande escritor e não aceita que ele sirva mesas ou faça biscates. Ela datilografa o texto e manda para todos os editores da cidade, sem sucesso. O casal vive numa paixão sem limites, e o clima ora cômico, ora irresponsável cresce para um final extremamente dramático.
Betty Blue, ou 37°2 le matin (título original), foi um grande sucesso da década de 80 e pouquíssimo divulgado no Brasil. Recebeu indicação para o Oscar, Globo de Ouro e Bafta de Melhor Filme Estrangeiro. Ganhou o Grand Prix das Américas e o prêmio de Melhor Filme – Voto Popular, no Festival de Montreal e ainda o César de Melhor Pôster e o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Seattle. Também disponível em DVD a versão do diretor, Jean-Jacques Beineix, com 185 minutos, que eu não aconselho. Possui uma das melhores trilhas sonoras da história do cinema, sendo talvez mais conhecida que o próprio filme. É longo, com cenas bem fotografadas, diálogos e tramas esquisitas e muito belas. Apaixonante. Drama, 116 min. Baixe esse filme.
.
Trecho do filme:
.

Tags:, , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: